Estrutura

Espaço de trabalho: incentivo para engajar as pesssoas

Organizações que buscam excelência reconhecem a importância de manter seus colaboradores-chave não apenas confortáveis ​​e produtivos, mas também inspirados e altamente motivados. “As habilidades, a expertise e as opiniões individuais dos profissionais são essenciais para estabelecer a excelência funcional do negócio”, diz Elise Valoe, pesquisadora na Steelcase, empresa dedicada à inovação de mobiliário de trabalho e soluções espaciais para escritórios, hospitais e salas de aula.

Segundo as pesquisas inovadoras em design da Steelcase, para apoiar os colaboradores de forma adequada, em sintonia com o ritmo das mudanças atuais, as empresas precisam começar a integrar diferentes tipos de espaços de trabalho. “À medida que os mercados mudam, o espaço dos escritórios precisa se adaptar e amadurecer também”, diz Jason Heredia, vice-presidente de marketing da empresa.

Afinada com essa tendência, a Tata Sky, uma joint-venture entre a Tata Group e a Fox Sky Television, criou um espaço para seus 190 funcionários da sede em Mumbai, com áreas designadas para o jogo e a socialização. A planta circular (fora do comum) do local dá uma sensação de abertura, com a marca da empresa exibida em destaque. O efeito é um espaço vibrante projetado para incentivar a criatividade e interações espontâneas e, ao mesmo tempo, incutir um forte sentimento de orgulho pela empresa. Outro exemplo é a cantina da nova fábrica do Willis Group, que foi projetada para acomodar reuniões de trabalho e encontros informais — uma espécie de Starbucks na empresa.

O trabalho é uma atividade social e as pessoas precisam de lugares para se reunir e solucionar problemas, mas locais de trabalho também estão cheios de distrações: muita informação, pessoas em movimento, barulho, desconforto. Isso tudo pode gerar falta de concentração, afetando negativamente a produtividade, engajamento, bem-estar e o desempenho das pessoas de modo geral. Daí a necessidade crescente de se criar ambientes de trabalho versáteis, que permitam às pessoas eleger diferentes opções de áreas e lugares de acordo com cada atividade, tanto para atenuar eventuais distrações, como para inspirar a darem o melhor de si.

Para John Hamilton, diretor de design da Coalesse,  “os melhores ambientes vão ser aqueles que ofereçam uma pluralidade de escolha dentro de uma cultura que capacita os colaboradores a fazer tais escolhas. A personalização enriquece as escolhas, permite a expressão e envolve todos como participantes no processo de produção”. Para ele, a empresa que quiser colaboradores felizes e engajados terá que se preocupar com a experiência específica dessas pessoas — desde o momento que deixam suas casas até entrarem no local de trabalho.

A ideia é que o design do local de trabalho seja um catalisador para a mudança. “Se criado para apoiar os tipos de trabalho que as pessoas precisam fazer hoje e no futuro, o espaço pode fomentar a eficiência e a criatividade e inspirar as pessoas a fazer seu trabalho melhor, libertar seu potencial e ajudar as organizações a ser bem-sucedidas”, apontam os especialistas da Steelcase.

Advertisements