Estratégia

Conteúdo de qualidade em alta

Publicar conteúdo original de qualidade regularmente será cada vez mais essencial como estratégia de branding e, consequentemente, indispensável para a alta performance financeira das empresas. De fato, ações com base em bom conteúdo tendem a crescer neste ano.

Seja por meio de blogs, webinars ou outro tipo de conteúdo online, trata-se de um meio valioso para fazer as pessoas se engajarem com a marca, ajudando a estabelecer confiança, credibilidade e prestígio entre stakeholders. Muitos negócios já apostam que a produção de conteúdo excepcional será a diferença entre sair à frente no universo digital ou ficar “a ver navios”, como se diz.

Não por acaso, pesquisa da Curata, consultoria de conteúdo, mostrou que 42% das empresas já têm um cargo executivo dedicado ao marketing de conteúdo. Esse número, segundo sua previsão, deverá ultrapassar 50% até o final de 2017.

Para ser de qualidade, o conteúdo precisa ser envolvente, divertido e relevante, do contrário não vai repercutir entre as pessoas. Por isso, conteúdo digno de crédito requer estratégia, expertise no assunto, talento de escrita, habilidade em marketing digital e destreza em promoções e operações. No entanto, não é tão fácil reunir todas essas competências (mesmo em empresas menores).

Ponto pacífico é utilizar mídias atrativas (imagens, vídeos, infográficos) na composição do conteúdo, afinal 40% das pessoas respondem melhor a apelos visuais do que simplesmente ao texto preto-e-branco. Também é preciso observar aspectos básicos, como: regularidade, informação atualizada, linguagem local, coerência, gramática correta, tamanho/formato apropriado com layout atraente, fácil de ler e entender, bom de navegar (adaptável e aderente), etc. — tudo para melhorar a percepção do usuário e impactar sua experiência.

Outra questão é que, estruturalmente, sem pessoal, processos e gestão, as estratégias de conteúdo simplesmente ficam sem condições de alcançar todo seu potencial. Portanto, investir em talentos e equipes dedicadas a conteúdo de qualidade é a forma de dar à organização uma chance a mais de obter sucesso.

Algumas marcas já vêm fazendo isso com grande efeito. Por exemplo, em vez de dar foco só para anúncios, a Red Bull produz uma academia de música pop, uma estação de TV online, uma revista de esportes motorizados e uma série de eventos. Dessa forma, consegue ser útil, agregar valor e, de quebra, reforçar a relação das pessoas com a marca.

Então, a diretriz agora é clara: criar conteúdo que as pessoas realmente gostam e compartilham. Como afirma Carolyn Edgecomb, da Impact, “na era digital, você não vai encontrar um jeito mais econômico de construir e promover sua marca para seu público-alvo”.

Advertisements