Top discussion

A melhor forma de aprender na era digital

aprender-ebbinghausaA repetição espaçada (ou Prática Distribuída) será uma das principais técnicas de aprendizagem para se prestar atenção em 2017. Pelo menos é o que afirmam alguns experts em techlearning.

Dr. Will Thalheimer, da Work-Learning Research, acredita que, por muito tempo, a pesquisa sobre o efeito espaçado foi ignorada por profissionais de aprendizagem, mas agora voltou com toda força. “Impulsionado pelos avanços tecnológicos, o efeito espaçado está encontrando seu caminho no e-learning, na aprendizagem móvel e em ferramentas específicas. Atualmente, é um dos fatores mais potentes que podemos usar”, afirma.

O pioneiro em descobrir a efetividade da repetição espaçada foi o cientista alemão Hermann Ebbinghaus. De acordo com suas teorias (Curva do Esquecimento e Efeito Espaçado), tendemos a esquecer ensinamentos ao longo do tempo, a menos que os conceitos sejam retomados repetidas vezes, de forma espaçada.

Ele descobriu que após um dia apenas esquecemos quase 70% do que aprendemos. Isso ocorre porque o cérebro precisa de tempo para formar a estrutura sináptica e conexões em torno da nova informação antes de ser consolidada na memória de longo prazo. Mas cada vez que revisitamos um conceito, a informação fica mais enraizada em nossa memória de longo prazo. É por essa razão que a Prática Distribuída permite maior retenção — por dividir a aprendizagem em uma série de sessões de curta duração, distribuídas dentro de um determinado período de tempo mais longo.

“O ponto principal desta técnica é a repetição dos conceitos, aponta Fionnuala Bland, especialista em e-learning da Vzaar. “É um método que ajuda a reter o que foi aprendido ao longo do tempo por reduzir a carga cognitiva durante o processo de aprendizagem. As partes reduzem a complexidade em intervalos de tempo adequados para aplicação, sem deixar de estar incorporadas ao foco geral da aprendizagem. Isso tem grande utilidade para fixar conteúdos”, explica.

Em um mundo que impõe um ritmo cada vez mais veloz para se adaptar rapidamente, nada mais apropriado do que aplicar métodos que ajudam a assimilar novos conceitos na mesma velocidade. E, pelo visto, a tecnologia (ICT) ativada pela repetição espaçada assinala o movimento de um novo tipo de aprendizagem com um propósito muito específico: ajudar as pessoas a se apropriar de uma quantidade muito grande de informações dentro de um curto espaço de tempo.

Então, que tal pensar em como adotar essa tendência na prática? Afinal, inovações digitais parecem se ajustar a essa estratégia de aprendizagem perfeitamente.

Advertisements