CEO

Para render-se ao digital

render1Competir com novos concorrentes que provocam ruptura digital tem sido uma questão crucial para muitos CEOs. Especialmente se suas empresas não conseguem se desprender de um modelo de negócio inadequado para a economia digital ou de uma atitude ultrapassada em relação à tecnologia.

Um dos pontos que ajudam a superar isso é repensar a forma de abordar o desenvolvimento da estratégia. Muitas empresas ainda se baseiam em horizontes tradicionais de cinco anos para fazer o planejamento estratégico. No entanto, em um contexto de mercado disruptivo e incerto como o atual, abordagens clássicas de planejamento simplesmente não funcionam mais.

É recomendável, por exemplo, que CEOs realizem uma mudança de foco privilegiando a experimentação e o uso de dados em tempo real, para obter feedback instantâneo sobre a eficácia de suas iniciativas estratégicas. Além disso, é importante que o ciclo de planejamento não ultrapasse um ano.

CEOs também devem ter em mente que, com um ritmo de mudanças tão intenso, pode ser temerário se basear em dados passados para orientar ações futuras. Para lidar com essa volatilidade, talvez seja mais efetivo estabelecer uma cultura constante de experimentação iterativa.

Para ajudar as empresas a se render ao digital, o World Economic Forum listou um conjunto de capacidades fundamentais que se aplicam a todos os setores, para orientar CEOs na hora de criar modelos digitais funcionais e/ou eficiência operacional no atual contexto:

  1. Perceba e traduza a disrupção: Olhe além do seu próprio setor. Esteja preparado para deixar mais indistintas as linhas entre os mundos físico e digital.
  2. Tente desenvolver e lançar ideias mais rapidamente: Pare de pensar só em inovação e procure, em vez disso, resolver os problemas dos clientes. Desenvolva plataformas para experimentações rápidas e mais baratas. Descubra ou crie o empreendimento que mais poderia causar ruptura à sua empresa.
  3. Compreenda e potencialize dados: Organize eventos de dados. Pense além do Big data para considerar diferentes tipos de informações. Encontre novas formas de rentabilizar dados. Crie uma equipe de análise.
  4. Crie e mantenha uma equipe com alto quociente digital: Seja honesto sobre quão digitalmente “letrados” são os líderes e a força de trabalho da empresa. Crie campos de treinamento digital para renovar habilidades de colaboradores.
  5. Busque parcerias (e empregue dinheiro) para todas as atividades não essenciais: Uma das características de líderes digitais eficazes é sua compreensão intuitiva de que essa jornada não deve ser feita isoladamente.
  6. Organize-se para a velocidade: Garanta o apoio da alta liderança e o comprometimento de toda a empresa para conduzir o crescimento digital, com o respaldo de colaboradores digitalmente capacitados.
  7. Projete uma experiência de usuário prazerosa: A experiência do usuário impulsiona arquiteturas de TI, e não vice-versa. O sucesso em adotar novas tecnologias e integrá-las nas operações de uma empresa tem o potencial de trazer ganhos em eficiência.
Advertisements