Estrutura

De olho na composição

iStock_000015348612_SmallADado o crescente foco de investidores sobre a composição do Conselho, empresas têm sido mais cobradas para melhorar a divulgação oficial para acionistas (proxy statement) a respeito de como é feita a nomeação de membros. Não só para garantir que as qualificações dos conselheiros estejam bem posicionadas com a estratégia e riscos específicos da organização, mas também para que a abordagem do Conselho em relação à diversidade e planejamento de sucessão seja transparente.

Apesar disso, mais do que três quartos dos investidores — de acordo com dados do Center for Board Matters, da Ernst & Young (2015 proxy season insights: spotlight on board composition) — acreditam que as organizações não conseguem explicar claramente por que os executivos do seu Conselho são os mais adequados.

Para demonstrar mais clareza de como membros são selecionados e fortalecer a confiança dos investidores no processo de nomeação de executivos para o Conselho, a EY recomenda:

Divulgue o que é específico sobre a empresa e alinhe qualificações com a estratégia e risco — Seja claro quanto às razões de o executivo trazer valor para o Conselho com base em circunstâncias específicas da empresa. As empresas não devem assumir que a conexão entre a experiência de um conselheiro e as necessidades estratégicas de supervisão e de risco da empresa é óbvia. Sobretudo, levando em conta que a maioria dos investidores tem avaliado Conselhos de forma global.

Ofereça mais transparência sobre o processo de recrutamento de conselheiros e como candidatos são selecionados e avaliados — Divulgar mais informações sobre o processo de nomeação (como executivos são identificados, de que consiste o processo de avaliação, etc.) pode atenuar preocupações quanto ao processo de recrutamento ser isolado e informal.

Debata os esforços para melhorar a diversidade de gênero, de idade e étnica — Muitas empresas dizem levar em consideração gênero e etnia ao selecionar candidatos para o Conselho, mas que nem sempre a decisão final se reflete em uma composição diversificada. Portanto, divulgar um processo formal para apoiar a diversidade no Conselho, inclusive proporcionando clareza quanto ao que é considerado um nível adequado de diversidade, pode reforçar a mobilização para recrutar um grupo mais diverso de conselheiros.

Advertisements