Top discussion

Tendências em 2015

2015 future

A marca deste século é a mudança. Turbulência geopolítica e avanços tecnológicos, portanto, são alguns dos fatores que vão continuar influenciando a governança corporativa em 2015. Assim, conhecer as tendências atuais e futuras é importante para prosperar neste mundo cada vez mais complexo e competitivo.

Para ajudar nessa tarefa, aqui estão as 5 tendências mais significativas para Conselhos selecionadas pelo Global Board Advisors:

Desafios socioeconômicos e geopolíticos
Em 2015, presidentes de Conselhos terão de enfrentar novos desafios socioeconômicos e geopolíticos que vão impor um ritmo mais lento nas economias em todo o planeta. À medida que as regulamentações mundiais ficarem mais complexas, Conselhos e as altas lideranças terão que inovar no crescimento estratégico de longo prazo. Reações contra a globalização e retrocessos pelo nacionalismo ou regionalismo também estarão em ascensão.

Acionistas atuantes
Um número maior de acionistas atuantes vai continuar desafiando, em nível mundial, a dinâmica das reuniões de Conselho em lugares como EUA, Canadá, Europa, Japão, Austrália e Índia. Esse crescimento é proveniente de fundos de acionistas atuantes que cresceram US$ 112 bilhões em 2014.

Aumento de ciberataques
A desigualdade e a falta de emprego devem crescer globalmente. Isso vai exigir novas medidas para garantir os principais “ativos de dados” da empresa, tanto de ameaças externas (hackers) como internas (colaboradores descontentes), forçando muitos conselheiros a questionar suas responsabilidades fiduciárias em uma era de crescente ativismo de acionistas e mais litígio em questões de segurança.

Inovação & Tecnologia
A estratégia de gerar inovação e de ter maior entendimento em tecnologia como forma de estimular o crescimento será fator-chave para muitos Conselhos. Chairmen vão ter que ficar de olho em como tecnologias mobile emergentes, segurança da informação, robótica, nanotecnologia e medicina moderna podem impactar suas indústrias, empresas e produtos.

Diversidade & Mercados internacionais
Pressionados por acionistas atuantes, tanto por desempenho quanto pela escassez de talentos, muitos presidentes de Conselhos estarão em busca de candidatos internacionais com alta performance, especialmente por conselheiros esclarecidos quanto à importância da diversidade e com experiência internacional em várias regiões como Ásia, Europa, Oriente Médio e África.

Advertisements