CEO

O maior dos desafios para um CEO

iStock_000033663186SmallACapital humano é decisivamente o maior desafio de CEOs. Mais uma vez, os resultados do report The Conference Board CEO Challenge® deste ano mostram líderes mundiais mais focados em pessoas para alavancar performance e crescimento.

Segundo os líderes que participaram da pesquisa, o eixo condutor que move um negócio é o talento, pois se trata de uma questão ligada a outros desafios essenciais que compõem a base para as ações estratégicas, tais como: inovação, relação com clientes, excelência operacional e reputação da marca organizacional.

Mais que ninguém, CEOs já se deram conta de que, sem uma força de trabalho talentosa e motivada, progredir nessas esferas é praticamente impossível. Assim, enquanto buscam reforçar a cultura organizacional para melhorar competitividade, conquistar novos clientes e aumentar a produtividade, eles ressaltam a necessidade primordial de instituir ações relacionadas ao capital humano.

Isso demonstra uma tendência de se voltar para fatores internos a fim de gerar valor (profissionais que já fazem parte da organização), em oposição a fatores externos, mais incontroláveis, como risco e regulamentação, por exemplo. O que faz sentido, já que construir a capacidade organizacional como um todo pode ser a melhor opção na hora de lidar com uma escassez de talento cada vez mais profunda e as mudanças imprevisíveis do mundo atual.

Assim sendo, para ajudar o CEO a implementar as estratégias necessárias quanto ao capital humano, vale lembrar a importância do Conselho em compreender os desafios desse asset:

– Compreender os mercados de trabalho globais e a prontidão da força de trabalho;
– Determinar as habilidades e competências que as empresas precisam para competir e vencer;
– Criar uma marca empregadora (Employment brand) atraente;
– Fazer a gestão de remuneração, benefícios e programas de bem-estar;
– Atrair, desenvolver, recompensar, engajar e reter talentos diversos;
– Implantar gestão de desempenho;
– Desenvolver líderes em todos os níveis;
– Estabelecer um plano de sucessão;
– E, por fim, articular o impacto desses esforços em termos de negócios.

Alguém disse que ia ser fácil?

Advertisements